Isack Hadjar Fórmula 2
Automobilismo Fórmula 2

Fórmula 2: Hadjar garante a pole position em Silverstone e vai atrás do título

Isack Hadjar cravou o tempo de 1:39.368 e vai largar da pole position na Feature Race do GP da Grã-Bretanha. O francês, que não participou da sessão livre pois estava no TL1 pela RBR, pode ter a chance de assumir a liderança do campeonato neste final de semana, já que o líder Paul Aron se classificou fora do top-10 e terá que escalar o pelotão nos dois dias para tentar manter a liderança. O piloto da ART GP, Victor Martins, completa a primeira fila francesa.

Logo atrás, uma fila composta pela equipe que está em ascensão, a MP Motorsport. Dennis Hauger, que liderou a sessão por um tempo, se classificou em terceiro lugar, seguido por Franco Colapinto. Apesar dos seus pilotos não estarem na disputa pelo título, no campeonato de construtores a equipe está muito bem, ocupando o terceiro lugar, com apenas 6 pontos de desvantagem em relação à Campos Racing, que lidera no momento.

A sessão

Assim que os 30 minutos começaram a contar, todos os pilotos foram para a pista. Na TV, um gráfico mostrava que havia 40% de chance de chuva, o que fez todos se apressarem. Logo na primeira volta, Hadjar informou pelo rádio que já estava garoando no circuito de Silverstone. Paul Aron, na pressa de fazer uma volta rápida, quase colidiu com um carro da PHX, dividindo a curva no começo da volta.

O primeiro piloto a abrir volta oficialmente foi Hauger, que aproveitou a pista livre – e a estratégia do seu box ser o último – para marcar a primeira volta rápida com 1:41.153. Logo atrás, vários pilotos completaram suas voltas e se posicionaram no grid.

Na primeira rodada de voltas rápidas, quem se deu bem foi Oliver Bearman, que ficou em primeiro com 1:40.918. O líder do campeonato, Paul Aron, ficou com a segunda colocação, apenas 0.040 segundos atrás, e Kush Maini ficou em terceiro lugar. O que mais chamou a atenção foi que 13 pilotos ficaram dentro de um segundo de diferença, o que mostrou que essa sessão seria bem disputada.

Passados 10 minutos da sessão, os pilotos foram para a segunda tentativa de volta rápida, e Aron mostrou por que é o líder do campeonato ao cravar uma volta de 1:40.181, diminuindo consideravelmente o tempo de Bearman. Maini subiu para segundo, sendo acompanhado de perto por Zak O’Sullivan. Após a segunda rodada de voltas rápidas, os pilotos começaram a ir para os boxes para realizar a troca de pneus para a última tentativa, enquanto a chuva não chegava de fato.

Com 10 minutos para o final do qualy, todos os pilotos saíram para a pista, sem criar trânsito. Juan Manuel Correa demorou um pouco mais para realizar ajustes. Quando todos os pilotos estavam começando a acelerar, uma bandeira amarela foi balançada no setor 1 devido a um erro do líder Aron, que rodou e acabou danificando seus pneus novos na volta de aquecimento.

Como não houve danos maiores no carro, a bandeira verde foi mostrada logo em seguida, e o grid voltou a focar nas voltas rápidas. Muitas mudanças ocorreram, com a pista mais quente e pneus novos. Novas caras foram escalando o grid, como os franceses Martins e Hadjar, que liderava a sessão faltando 3 minutos para o fim.

Em sua última tentativa, Hauger subiu para a terceira posição, Hadjar não conseguiu melhorar sua volta e foi para os boxes. Maini melhorou sua volta, mas ainda ficou no meio do grid. Zane Maloney estava voando, cravou o melhor primeiro setor da sessão, mas errou no último setor e por pouco não ficou fora do top 10 naquele momento.

O cronômetro zerou e nenhum piloto estava em volta rápida. Victor Martins garantiu seu segundo lugar com 2 décimos de diferença, e o norueguês da MP fechou o top 3. Gabriel Bortoleto, que fez uma boa sessão, se classificou em 6º lugar e pode garantir bons pontos na disputa pelo título, com Paul Aron fora do top 10. Enzo Fittipaldi ficou no fundo do grid, se classificando em 20º. Para a Sprint Race, Andrea Kimi Antonelli largará na pole position.

A atual situação do campeonato é a seguinte: o novato Aron lidera com 117 pontos, Hadjar está em segundo com 106, mas com duas vitórias, contra nenhuma do atual líder. Bortoleto se encontra em terceiro com 85 pontos. No campeonato de construtores, a distância é muito pequena, com apenas 6 pontos separando os 4 primeiros. A Campos Racing lidera o campeonato com 143 pontos, seguida pela Hitech com 142, e MP Motorsport dividindo o mesmo número de pontos com a Invicta Racing, porém com duas vitórias (uma de cada piloto), contra uma vitória de Bortoleto e nenhuma de Maini.

Confira o grid de largada para a corrida principal da Fórmula 2 na Grã-Bretanha:

1. Isack Hadjar – Campos Racing
2. Victor Martins – ART GP
3. Dennis Hauger – MP Motorsport
4. Franco Colapinto – MP Motorsport
5. Oliver Bearman – Prema Racing
6. Gabriel Bortoleto – Invicta Virtuosi
7. Jak Crawford – Lucas Oil Dams
8. Kush Maini – Invicta Virtuosi
9. Zane Maloney – Rodin Carlin
10. Andrea Kimi Antonelli – Prema Racing
11. Ritomo Miyata – Rodin Carlin
12. Paul Aron – Hitech GP
13. Richard Verschoor – Trident
14. Zak O’Sullivan – ART GP
15. Juan Manuel Correa – Lucas Oil Dams
16. Joshua Duerksen – AIX PHM
17. Rafael Villagomez – Van Amersfoort
18. Amaury Cordeel – Hitech GP
19. Josep Maria Marti – Campos Racing
20. Enzo Fittipaldi – Van Amersfoort
21. Taylor Barnard – AIX PHM
22. Roman Stanek – Trident

(Foto: Twitter Fórmula 2)