Medel
Brasileirão Futebol

Medel se despede e não joga mais pelo Vasco da Gama

O zagueiro Medel anunciou sua despedida do Vasco na noite desta quinta-feira, 13, através das redes sociais. Mais cedo, o clube divulgou a rescisão do contrato com o chileno, e o jogador expressou sua gratidão à instituição e aos fãs em uma mensagem.

Pra valer a pena tem que ser de corpo e alma, e foi! Nunca faltou a dedicação, a garra e o amor que esse clube e a torcida merecem. Muito obrigado a toda a equipe e a todos os profissionais que com generosidade e humildade me acolheram. Gratidão a toda a torcida que sempre me recebeu de maneira muito calorosa e especial. Levarei um pedaço de cada um de vocês em meu coração! Foi uma honra fazer parte do Clube de Regatas Vasco da Gama.

Medel e Boca Juniors

Na noite da última quarta-feira, 12, o Boca Juniors comunicou a contratação do chileno Gary Medel, de 36 anos. O volante, que estava no Vasco desde a temporada passada, rescindiu seu contrato com o clube carioca poucas horas antes de embarcar para Buenos Aires. Já na Argentina, o Boca anunciou sua volta às redes sociais, marcando o retorno de Medel ao time após 13 anos.

De acordo com a imprensa argentina, o jogador deve acertar um contrato válido por um ano e meio, até o fim de 2025.

Medel não entrava em campo pelo Vasco desde a goleada sofrida para o Criciúma, em abril, pela quarta rodada do Brasileirão. Aquela também foi a última partida do técnico Ramón Díaz, com quem o chileno tinha muito prestígio.

Medel, ex-Vasco, novo jogador do Boca Juniors (Foto: Boca Juniors)
Medel, ex-Vasco, novo jogador do Boca Juniors (Foto: Boca Juniors)

Sem espaço no time titular

Ele perdeu seu lugar na equipe após a saída do treinador. Medel enfrentava dificuldades de relacionamento e, em janeiro, agrediu um jogador da base enquanto o time estava concentrado em Uberlândia, Minas Gerais, para uma partida contra o Nova Iguaçu pelo Campeonato Carioca.

Mesmo assim, o chileno estava prestes a receber uma nova oportunidade, pois vinha treinando como titular sob o comando de Álvaro Pacheco e provavelmente começaria o jogo contra o Palmeiras na quinta-feira, no Allianz Parque.

No entanto, ele procurou o treinador português e manifestou que não queria ser escalado. O jogador já havia informado à diretoria sobre seu desejo de sair e o interesse do Boca Juniors.

Pedrinho: ‘Foi honesto e justo’

Na terça-feira, 11, o presidente Pedrinho declarou que a rescisão estava praticamente finalizada. “Foi uma decisão honesta e justa. Apenas aqueles que realmente quiserem representar a camisa do Vasco permanecerão no clube”, afirmou ele.

Medel chegou ao Vasco no ano passado e desempenhou um papel crucial na campanha para evitar o rebaixamento. Ele se tornou capitão da equipe e participou de um total de 32 jogos com a camisa cruz-maltina, iniciando todos como titular.

(Foto: Matheus Lima/Vasco/Flickr)