joao paulo sampaio palmeiras
Futebol Brasileirão

Palmeiras contrata jovens promessas de rivais e segue estratégia de lucrar com a base

Sem contratações no time principal, o mercado de transferências do Palmeiras teve movimentações significativas nesta semana nas categorias de base, com o clube buscando reforçar suas equipes juvenis. Sob a liderança de João Paulo Sampaio, a base alviverde assegurou a chegada de dois jovens talentos, que anteriormente estavam nos rivais.

Base do Palmeiras reforçada

Kevyn Wallace, ex-Flamengo, e Lucas Flora, ex-Corinthians, são as novas adições ao time sub-11 do Palmeiras. Ambos os garotos são considerados promessas nas categorias de base e têm chamado a atenção com seu desempenho em campo, inclusive gerando repercussão nas redes sociais.

Com apenas 11 anos, Kevyn Wallace foi apelidado de “Ronaldinho Gaúcho” devido à sua semelhança física com o ex-jogador e também por suas habilidades dribladoras. Sua transferência do Flamengo para o Palmeiras foi concluída de forma amigável, com os clubes concordando que o Flamengo terá direito a 30% dos direitos econômicos do jogador quando ele completar 14 anos e puder assinar um contrato de formação.

A mudança de clube foi motivada pela dificuldade de adaptação ao Rio de Janeiro por parte da família e do próprio jogador, que são naturais de São Paulo e desejavam retornar à capital paulista.

Polêmica na transferência de joia do rival

Por outro lado, a transferência de Flora, de 10 anos, do Corinthians para o Palmeiras não foi tão amigável. O diretor da base do Corinthians, Claudinei Alves, alegou em uma entrevista que o Palmeiras seduziu o jogador com promessas de pagamentos de luvas e salários. No entanto, o Palmeiras negou tais acusações, afirmando que convenceu Flora e sua família com base no projeto apresentado e nas oportunidades de desenvolvimento.

As declarações de Claudinei Alves irritaram os familiares de Flora, que emitiram uma nota expressando sua insatisfação com o Corinthians, alegando despreparo na negociação.

O Verdão vê em Kevyn e Flora potenciais para seguir os passos de Endrick e Estêvão, dois jovens talentos que também foram contratados de rivais e atualmente fazem parte das equipes de base do clube, mostrando o sucesso dessa estratégia de recrutamento.

(Foto: Cesar Greco/SE Palmeiras)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *