Palmeiras
Futebol Brasileirão

Em casa, Palmeiras vence o Bragantino com grande atuação de Estévão

Na noite desta quinta-feira, 20, em mais uma rodada do Brasileirão, Palmeiras e RB Bragantino se enfrentaram no Allianz Parque.

Sem Pedro Caixinha, suspenso, o Bragantino mostrou força e conseguiu jogar de igual para igual contra o Palmeiras no primeiro tempo, mesmo sofrendo o primeiro gol. O time de Bragança Paulista aproveitou um “apagão” sofrido pela defesa do alviverde para empatar o placar nos primeiros minutos do segundo tempo. Mas Rony, em lançamento do goleiro Weverton, recolocou o Palmeiras em vantagem.

Destaques da partida foram Estévão, do Palmeiras, e Cleiton, goleiro do Bragantino. Ambos “brilharam” no primeiro tempo, com o atacante criando muito pelas pontas e o goleiro evitando o que seria uma goleada do Porco ainda no primeiro tempo.

Duelo entre Estévão e Cleiton

Os primeiros 10 minutos de partida contou com as duas equipes bem confortáveis em campo, com bastante posse para os dois lados. Além disso, tanto Palmeiras quanto o RB Bragantino procuraram o gol logo cedo.

Aos nove, o Bragantino quase abriu o placar. Aproveitando lançamento, Lucas Evangelista teve espaço para finalizar próximo a pequena área, assustando Weverton e a torcida do Palmeiras.

Na sequência, aos 12’, o Porco respondeu com perigo. Em rápido ataque, Rony recebeu já dentro da grande área. O atacante dominou, girou e finalizou, mas errou o alvo por pouco.

Com o decorrer do primeiro tempo, o Palmeiras passou a dominar as ações, com mais posse de bola no campo do adversário. Do outro lado, o Bragantino se defendeu mais, na tentativa de iniciar rápidos contra-ataques com suas pontas de velocidade.

Mesmo sem a bola, o Bragantino criava mais ofensivamente, mas não conseguia aproveitar. Já o Palmeiras contava principalmente com Estévão, destaque da equipe na primeira etapa.

Com mais posse, não demorou para o Palmeiras se acertar no ataque e encontrar a jogada certa. Aos 21’, Estévão recebeu na ponta e foi para cima da marcação. O jovem jogador tocou para o meio e achou Raphael Veiga, que finalizou com perfeição.

Estévão voltou a chamar atenção minutos depois, aos 28’. O jogador foi lançado, dominou e partiu na base da velocidade. Já na grande área, o atacante cortou quase toda a defesa do Bragantino, mas na hora de finalizar, parou em Cleiton.

Cleiton precisou novamente parar Estévão. Aos 30’, o jovem jogador, em lance parecido com o anterior, fez quase a mesma jogada, desta vez chutando com mais firmeza, e o goleiro do Bragantino evitou mais um gol do Porco.

O Palmeiras não se segurou no placar e partiu para cima, para ampliar o marcador. As chances foram criadas, e muitas delas pararam em Cleiton; e se não era o goleiro, o ataque do Porco desperdiçava por muito pouco.

Aos 38’, Cleiton se mostrou o grande nome do primeiro tempo. Em nova jogada passada pelo pé de Estévão, Rony, na pequena área, livre, só teve o trabalho de cabecear para o gol. Mas o goleiro do Bragantino estava atento e fez grande defesa.

As oportunidades caiam no “pé” do Palmeiras, e a equipe não aproveitava. Já nos acréscimos, a defesa do Bragantino perdeu a posse próxima a sua área, e Rony ficou frente a frente com Cleiton. O atacante, porém, isolou.

Após os primeiros minutos de equilíbrio entre as duas equipes, o Palmeiras dominou a etapa inicial. A equipe, por sinal, poderia ter ido para o intervalo com mais de um gol a seu favor, mas Cleiton fez grande partida até aqui. O Porco terminou a primeira etapa com 16 finalizações, já o Bragantino chutou seis vezes.

‘Apagão’ do Palmeiras, e conexão Weverton-Rony

O domínio dos mandantes ficou no primeiro tempo, e os visitantes precisaram de apenas três minutos para empatar o jogo. Toque para lá, toque para cá, e a zaga do Palmeiras abriu completamente. Então, Matheus Fernandes ficou frente a frente contra Weverton, e mesmo marcado, conseguiu fazer o gol.

Assim como o domínio do Palmeiras ficou na primeira etapa, Cleiton também não voltou bem do intervalo. Aos 55’, Weverton fez um lançamento primoroso da sua própria área, e Rony disparou. O goleiro do Bragantino hesitou e o atacante chegou primeiro na bola, só completando para o gol. E os mandantes voltaram a ficar em vantagem.

Após o “apagão” e o segundo gol, o Palmeiras teve seus momentos de acelerar o ritmo e, também, de diminuir. Do outro lado, o Bragantino sentiu muito o gol e pouco criou ofensivamente depois disso. Destaque apenas para a finalização de muito, muito longe de Helinho, que parou em Weverton, aos 30’.

Já na reta final de partida, os dois times sentiram bastante o quesito físico, e as modificações não mantiveram o mesmo nível do jogo. O Bragantino chegou a assustar o Palmeiras nos minutos finais, mas o placar se manteve até o apito final.

Fim de jogo: Palmeiras 2 x 1 RB Bragantino

Estévão, destaque do Palmeiras contra o RB Bragantino (Foto: Lance)
Estévão, destaque do Palmeiras contra o RB Bragantino (Foto: Lance)

Brasileirão

Com o resultado, o Palmeiras chegou a 20 pontos na competição, além de ter conhecido a sua quarta vitória consecutiva. O Porco terminou a rodada na terceira colocação, atrás apenas de Botafogo e do líder Flamengo, respectivamente. Agora, a equipe enfrentará o Juventude no domingo, 23.

Já o RB Bragantino fica na oitava colocação, com 15 pontos totais, à frente de Internacional e atrás do São Paulo. O time volta a campo também no domingo, 23, contra o Vitória.

(Foto: UOL)