Casares Confusão no São Paulo palmeiras
Futebol Brasileirão

São Paulo x Palmeiras: FPF reconhece erros de arbitragem

Nesta quinta-feira (7), o São Paulo recebeu um documento da Federação Paulista de Futebol confirmando erros de arbitragem no último domingo. De acordo com informações divulgadas inicialmente pelo “GE”, a FFP encaminhou um ofício para a direção do trcolor paulista apontando erros de arbitragem em lances que ocorreram no clássico contra o Palmeiras.

Segundo a análise da FPF, o volante Richard Rios deveria ter sido expulso pelo árbitro Matheus Delgado Cancançan pela entrada dura em cima de Pablo Maia, do São Paulo. Além disso, a Federação também concorda que Luciano sofreu pênalti em lance ocorrido no segundo tempo, sendo que o árbitro chegou a ser chamado pelo VAR para rever o lance, mas manteve a decisão inicial de não considerar ação faltosa.

São Paulo e Palmeiras protagonizaram cenas polêmicas

Cabe relembrar que a arbitragem polêmica na partida válida pela 11ª rodada da fase de grupos do Paulistão fez o jogo terminar em 1 a 1 com muitos problemas no extracampo. O São Paulo não disponibilizou a sala de imprensa do estádio para Abel Ferreira conceder a entrevista coletiva do Palmeiras, alegando que a mesma deveria ter ocorrido na zona mista.

Além disso, dirigentes e jogadores do São Paulo partiram para cima da sala dos vestários onde ficava concentrada a arbitragem para buscar esclarecimentos em meio à gritos e confusão. Um dos vídedos captados pela imprensa durante a situação mostrou membros da comissão técnica do Palmeiras dando risadas em meio à confusão.

Carlos Belmonte pode receber denúncia de Abel Ferreira

Por fim, outro desdobramento importante no pós-jogo consistiu na fala do dirigente Carlos Belmonte. O diretor do São Paulo foi flagrado se dirigindo ao técnico Abel Ferreira como “português de m…”, fato que deixou o Palmeiras muito revoltado. Desde o ocorrido, advogados foram recrutados pelo alviverde e estão à disposição do técnico português caso Abel deseje entrar na Justiça contra o dirigente tricolor.

Imagem: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *