Pedro Lima Sport
Futebol Premier League

Sport acerta venda de promessa do clube ao Chelsea

O jovem lateral-direito Pedro Lima, de 17 anos, do Sport, foi vendido ao Chelsea por 7,5 milhões de euros (R$ 43,8 milhões), com potencial de atingir 10,5 milhões de euros (R$ 61,3 milhões) através de bônus.

A informação foi primeiramente divulgada pelo jornalista Jorge Nicola e confirmada pelo agente do jogador, Renato Guimarães. A negociação envolve um empréstimo inicial ao Strasbourg, da França, antes de sua transferência definitiva para o clube da Premier League.

João Marcelo Barros, diretor de futebol do Sport, declarou que a negociação é complexa e ainda não está completamente finalizada. Pedro assinou um contrato de quatro anos com o clube londrino, com possibilidade de extensão por mais um ano. Inicialmente, ele será emprestado ao Strasbourg, devido à necessidade de cumprir um sistema de pontuação antes de poder jogar no futebol inglês.

Os gatilhos de bônus que podem elevar o valor total da venda dependem de metas específicas, como convocações para a Seleção Brasileira e participações em competições internacionais. Essas metas começarão a valer a partir de sua atuação no clube francês, e não no Chelsea. Lima deve completar a transferência para Londres em 1º de julho, quando fará 18 anos. Até lá, ele continuará defendendo o Sport na Série B do Campeonato Brasileiro.

A trajetória de Pedro Lima no Sport

Pedro Lima, natural de Cabedelo, Paraíba, iniciou sua carreira aos sete anos no Esporte Clube Meninos da Paraíba. Ele permaneceu no clube até o sub-15, destacando-se com títulos, gols e jogadas memoráveis. Em oito anos no projeto, conquistou o tetracampeonato paraibano e o bicampeonato brasileiro de futebol de sete, além de ser artilheiro da Taça Brasil sub-15 com nove gols, antes de se transferir para o Sport.

No clube pernambucano, Lima continuou a acumular títulos e prêmios. Ele conquistou o Campeonato Pernambucano e o Brasileiro Sub-16, além de ser campeão estadual sub-17 duas vezes, campeão da Copa dos Campeões e da Copa Carpina. Suas performances destacadas renderam-lhe convocações para a Seleção Brasileira Sub-17, onde foi titular em todas as partidas da Copa do Mundo da categoria no ano passado.

Pedro não só se destacou nas categorias de base, mas também fez uma transição bem-sucedida para o futebol profissional. Sob a orientação do técnico Mariano Soso e apoio do comitê gestor do Sport, o jovem jogador se estabeleceu como titular absoluto da lateral-direita do time principal. Em 30 partidas, ele marcou dois gols e deu duas assistências, consolidando-se como uma das promessas mais brilhantes do clube.