Zverev Wimbledon
Tenis Wimbledon

Wimbledon, dia 4: confira o melhor da chave masculina do torneio

Em um dia congestionado pelo calendário apertado por conta das chuvas em Wimbledon, vários jogos agitaram as quadras do All-England Club. Na chave masculina, tivemos mais uma partida de Novak Djokovic, que, apesar de se complicar, garantiu a vitória, assim como Alexander Zverev. Quem não conseguiu passar foi Stefanos Tsitsipas, sendo mais um dos favoritos a cair antes do esperado.

Confira o melhor da chave masculina nesta quinta-feira (4):

Djokovic quase se complica, mas vence

O convidado Jacob Fearnley se destacou com uma atuação louvável contra Djokovic. Apesar da falta de experiência, o britânico de 22 anos, classificado como 277º no mundo, conseguiu tirar um set do sete vezes campeão de Wimbledon. Após exaustivas 3 horas e 1 minuto de jogo, Djoko finalmente garantiu sua vitória com o placar de 6-3, 6-4, 5-7, 7-5.

Fearnley, que conseguiu sua primeira vitória em Grand Slam, mostrou seu potencial em sua estreia em Slam. Embora tenha caído em quatro sets, cada set foi altamente disputado, com apenas uma quebra de serviço fazendo a diferença. No set inicial, Fearnley manteve-se firme até os estágios finais, perdendo seu serviço em 3-4. Djokovic aproveitou essa quebra e fechou o set em 6-3.

Fearnley teve a sua primeira oportunidade de quebra no quarto game, mas ele não conseguiu converter. Djokovic então quebrou o serviço de Fearnley no sétimo game e manteve a vantagem até o final, vencendo o set por 6-4, aproximando-se da segunda rodada em Wimbledon.

Fearnley lutou no terceiro set. Após ser quebrado no quinto game, ele imediatamente devolveu a quebra, mantendo a igualdade e levando o set ao tiebreak. Em uma reviravolta surpreendente, Djokovic vacilou, perdendo seu serviço no 12º game, permitindo que Fearnley vencesse o set por 7-5. Fearnley tornou-se o jogador de ranking mais baixo a tirar um set de Djokovic desde que o compatriota Jack Draper o fez na primeira rodada de Wimbledon em 2021.

No quarto set, Fearnley continuou a desafiar Djokovic, obtendo dois break points no sexto game, mas não conseguiu converter. No final, Fearnley perdeu seu serviço no 11º game, e Djokovic manteve-se firme para fechar o set em 7-5, avançando para a próxima rodada.

Monfils bate Wawrinka em duelo da velha guarda

Em uma partida que começou na quarta-feira, mas foi interrompida devido à falta de luz natural, o francês Gael Monfils finalizou a vitória sobre o suíço Stan Wawrinka. O confronto, que teve parciais de 7/6 (7-5), 6/4 e 7/6 (7-3), totalizou 2h03 de jogo. Na quarta-feira, a pausa ocorreu quando o placar estava empatado em 5/5 no terceiro set.

Com um total de 77 anos e 37 dias de idade combinada entre Monfils e Wawrinka, este foi o duelo mais velho de Wimbledon em mais de cinco décadas. Em 1971, Rod Laver (32 anos e 328 dias) e Bob Howe (45 anos e 334 dias) se enfrentaram na primeira rodada do torneio com uma idade combinada de 78 anos e 297 dias. Apenas dois confrontos superam essa marca: Luis Ayala (36 anos e 290 dias) contra Bob Howe (43 anos e 336 dias) em 1969, somando 80 anos e 261 dias.

Na próxima rodada em Wimbledon, Gael Monfils enfrentará Grigor Dimitrov em um duelo inédito na grama. Dimitrov precisou de 3h26 para virar a partida contra o chinês Jucheng Shang, de 19 anos, com parciais de 5/7, 6/7 (4-7), 6/4, 6/2 e 6/4. Monfils lidera o confronto direto contra o búlgaro por 4 a 1, incluindo duas vitórias no US Open.

Zverev garante grande vitória; Tsitsipas é eliminado

Zverev chegou a Londres carregado de expectativas e confiança, acreditando que poderia, pela primeira vez, brigar pelo título de Wimbledon. E ele não decepcionou. Após ceder apenas oito games na estreia, o alemão foi ainda mais eficiente na segunda rodada, vencendo o norte-americano Marcos Giron com parciais de 6/2, 6/1 e 6/4, em apenas 1h34 de partida.

Em sua oitava participação no All England Club, Sascha alcança a terceira fase pela sexta vez, mas ainda busca superar a quarta rodada, sua melhor marca até agora. Depois de ao menos igualar a campanha do ano passado, Zverev agora se prepara para enfrentar o anfitrião Cameron Norrie. Norrie, semifinalista em 2022, avançou nesta quinta-feira após vencer o compatriota Jack Draper em sets diretos.

Outro destaque de Wimbledon, o grego Stefanos Tsitsipas, atualmente na 11ª colocação do ranking da ATP, continua a enfrentar dificuldades em Wimbledon. Com apenas duas oitavas de final em sete aparições, Tsitsipas foi eliminado na segunda rodada. Ele perdeu em quatro sets para o finlandês Emil Ruusuvuori, com parciais de 7/6 (8-6), 7/6 (12-10), 3/6 e 6/3, em um confronto que durou 2h47 e onde desperdiçou três set points na segunda parcial.

Ruusuvuori, por sua vez, alcança sua melhor campanha de Grand Slam na carreira. Após sete eliminações em estreias e oito em segundas rodadas, o finlandês de 25 anos, ex-top 40 e atual 87º do ranking, ainda busca seu primeiro título na elite do circuito, tendo dois vice-campeonatos.