Augusto Melo Corinthians
Futebol Brasileirão

Corinthians entrega materiais de espionagem à policia

O Corinthians divulgou uma nota oficial nesta segunda-feira (15) confirmando que entregou à polícia todo o material de espionagem encontrado no Parque São Jorge durante o final de semana, como noticiado inicialmente por setoristas do clube.

Além disso, o presidente Augusto Melo determinou o início de uma grande varredura no ambiente do clube após a identificação de câmeras e microfones escondidos na sala da presidência e no departamento das categorias da base. A ocorrência foi registrada pelo departamento jurídico no 52º DP na região de Tatuapé.

KGB contratada para verificar espionagem

Cabe ressaltar que a nova gestão do Corinthians contratou Aus Defense (empresa pertencente à KGB) para realizar uma grande varredura em todos os principais ambientes internos do clube. Em uma dessas buscas foram encontrados diversos microfones escondidos. Em entrevista à CNN no último domingo (14), Augusto Melo disse que existia indícios de “espionagem” no Timão.

Nota oficial do Corinthians

De acordo com o compromisso de campanha do presidente Augusto Melo, tendo a transparência como um pilar essencial desta gestão, a diretoria do Sport Club Corinthians Paulista informa que foi executado um intenso trabalho de varredura pela empresa Aus Defense, pertencente ao grupo KGB, nos dias 29 de dezembro de 2023 e 10 de janeiro de 2024.

As varreduras foram realizadas na sede social do clube, no Tatuapé, e nos Centros de Treinamento do futebol profissional e da base.

No processo, foram localizados:

– Um sensor de presença, com uma câmera oculta instalada em seu interior, na recepção do quinto andar do prédio administrativo, onde está localizada a presidência do clube;

– Outro sensor de presença, ainda na recepção, logo acima da porta que dá acesso à sala do presidente, com equipamento adulterado e resíduos de cola em seu interior, aparentando ter sido utilizado para finalidade semelhante do primeiro dispositivo encontrado;

– Um terceiro sensor de presença com características semelhantes ao anterior — vazio e aparentando ter sido usado para finalidade semelhante — na própria sala do presidente, acima de sua poltrona;

– Nova câmera oculta dentro de um sensor de presença em uma das salas de reunião do CT da base, à qual estava conectado um gravador de DVR escondido no forro.

Imagem: Ag. Corinthians

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *