Diniz seleção
Futebol Brasileirão

Diniz detona atuação do Fluminense em derrota no Fla-Flu

O Fluminense sofreu no último sábado (9) uma grande derrota para o Flamengo, deixando o técnico Fernando Diniz muito irritado. O tricolor carioca foi absolutamente dominado pelas transições ofensivas do rubro-negro e acabou cedendo quase 30 finalizações na derrota por 2 a 0, além de deixar o campo sem nenhuma finalização no alvo.

Em entrevista coletiva, o técnico Fernando Diniz criticou bastante a atuação e sua equipe e chegou a afirmar que o Fluminense “não existiu durante o primeiro tempo”, quando o Mengão encaixou a sua estratégia de forma perfeita e acabou não permitindo que o Fluminense executasse seu estilo de jogo. O treinador também foi questionado sobre as scalações de Renato Augusto e Ganso, demonstrando irritação com a pergunta.

Aspas de Fernando Diniz, técnico do Fluminense

“O que mudou foi a postura do time. O time que não existiu no primeiro tempo. Se fosse só por conta da marcação, o time teria trocado passes com mais velocidade, criado mais chances. Mas a gente não criou e a gente não marcou. É sempre essa coisa fácil, e o futebol não é fácil assim. Não é porque jogou o Renato Augusto e o Ganso. A gente errou uma enormidade de passes, saiu jogando mal, escolheu mal se saia jogando curto ou longo. O time não existiu por conta de um todo, não é por causa dessa coisa fácil. Se quiserem achar isso podem achar.”

“Quando um time joga um primeiro tempo tão mal como jogamos, o responsável é o treinador, não adianta atribuir a outros fatores. Mas essa explicação que o torcedor quer saber… Se o time jogasse mal, naturalmente iam dizer que era por causa do Renato Augusto, mas não tem absolutamente nada a ver. Se fosse por isso… o time melhorou no segundo tempo, não melhorou? Só porque saiu o Ganso? Mas entrou o Lima, que é outro meia, não é volante.”

Fluminense praticamente fora da decisão

O resultado complicou bastante a possibilidade dos comandos de Fernando Diniz de chegarem á decisão do Campeonato Carioca. Para conseguir o feito, o tricolor precisará vencer o Flamengo por três gols de diferença no próximo sábado, dia 16, a partir das 21h pelo horário de Brasília.

Imagem: Maílson Santana/Fluminense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *