Eurocopa
Eurocopa Futebol

Eurocopa 2024: Após empate, Inglaterra segue sem convencer e Eslovênia faz história

Nesta terça-feira, 25, Inglaterra e Eslovênia se enfrentaram na última rodada da fase de grupos da Eurocopa.

No primeiro tempo, houve pouca criatividade, em ambas as equipes. Poucas chances de reais perigos e o que se destacou foi a forte marcação e grandes duelos promovidos pelos blocos defensivos.

Na volta do intervalo, o domínio inglês aumentou, com mais posse de bola, encurralando a equipe eslovena. Porém, não obteve êxito nas chances criadas e não conseguiu ultrapassar os defensores da Eslovênia, mantendo o placar igualado até o final.

A Inglaterra chegou para a partida pressionada, pois ainda não tinha apresentado um futebol convincente e que justificasse uma seleção com grandes craques e promessas do futebol mundial.

Eurocopa: Inglaterra x Eslovênia (Foto: Chris Brunskill/Fantasista/Getty Images)
Eurocopa: Inglaterra x Eslovênia (Foto: Chris Brunskill/Fantasista/Getty Images)

Os ingleses, de Gareth Southgate, foram escalados com: Pickford; Kyle Walker, John Stones, Guehi, Trippier; Gallagher, Declan Rice, Jude Bellingham; Saka, Phil Foden e Harry Kane

A seleção da Eslovênia veio para este confronto sonhando com uma classificação histórica.

Buscando a primeira vitória na competição, os eslovenos, do técnico Matjaz Kek, foram dispostos com: Oblak; Karnicnik, Drkusic, Bijol, Janza; Stojanovic, Cerin, Elsnik; Mlakar, Sporar e Sesko.

Como foi o confronto entre Inglaterra e Eslovênia?

Primeira Etapa

O início de partida foi marcado pela grande intensidade na marcação de ambas as equipes, mas sem nenhuma chance criada até os 10 minutos jogados. A Inglaterra teve um maior controle da posse de bola, onde buscava criar oportunidades; porém a seleção eslovena encurtava o espaçamento das linhas defensivas, dificultando, assim, o poder de criação inglês.

A primeira grande oportunidade do confronto foi da seleção inglesa, aos 19 minutos. Uma triangulação envolvendo Phil Foden e Saka, os comandados por Southgate chegaram a marcar e passaram a frente no marcador, porém o jovem ponta do Manchester City estava adiantado em relação a defesa adversária, tornando o gol inválido por impedimento.

A melhor chance de gol, na primeira etapa, foi de Harry Kane, aos 40’. Após um cruzamento do lateral Trippier, o atacante e camisa nove chegou um pouco atrasado no lance e não conseguiu finalizar a bola de maneira correta para dentro do gol.

Eurocopa: Harry Kane, destaque da Inglaterra (Foto: Alex Grimm/Getty Images)
Eurocopa: Harry Kane, destaque da Inglaterra (Foto: Alex Grimm/Getty Images)

Segunda Etapa

O segundo tempo iniciou-se com as duas equipes mantendo o nível alto de marcação, seguindo, assim, uma grande dificuldade em abrir o marcador da partida. Aos 70 minutos, Cole Palmer entrou em campo, fazendo sua estreia na competição. Por conta da sua temporada no Chelsea, muitos acreditavam que o jovem jogador deveria ser titular.

Ambas as equipes continuaram com a sua forma característica de jogo: uma seleção mais defensiva e com linhas compactas, e a outra com um maior controle de bola, procurando espaços para poder avançar ao campo de ataque.

A Inglaterra sofreu pela falta de velocidade e lucidez de seus jogadores, que esbarraram no poderio defensivo esloveno. Cole Palmer teve uma boa chance aos 47 minutos da segunda etapa, mas parou em mais uma boa ação do goleiro Oblak.

Final: Inglaterra 0 x 0 Eslovênia

Eurocopa: Jogadores da Inglaterra após a partida contra Eslovênia (Foto: JAVIER SORIANO / AFP)
Eurocopa: Jogadores da Inglaterra após a partida contra Eslovênia (Foto: JAVIER SORIANO / AFP)

Eurocopa

Um final histórico para a seleção da Eslovênia, primeira vez classificada para as fases finais da Eurocopa. Campanha marcada por sua invencibilidade, pois em três partidas, a seleção eslovena não perdeu nenhum.

Com o resultado de empate, já decretado, o Grupo C, da Eurocopa, ficou com a seleção da Inglaterra na liderança, com cinco pontos em três partidas disputadas. Em seguida, a segunda colocação ficou com a seleção da Dinamarca, e, em terceiro, a Eslovênia, ambas equipes com a mesma pontuação, de três pontos. A última colocação do grupo, ficou com a equipe da Sérvia, onde conseguiram apenas dois pontos em seus três confrontos.

(Foto: Sky Sports)