Gabigol Flamengo
Brasileirão Futebol

Flamengo: Em post nas redes sociais, Gabigol se pronuncia após perder a camisa 10: “Nada apagará nossa história”

Depois de perder a camisa 10 do Flamengo, Gabigol fez sua primeira declaração pública desde o vazamento de uma foto em que ele aparece vestindo a camisa do Corinthians. Em uma nota divulgada em suas redes sociais na noite desta sexta-feira, o atacante expressou seu amor pelo Rubro-Negro. Na publicação, ele escolheu como imagem de fundo o chute que garantiu o título da Libertadores de 2019, contra o River Plate.

Entretanto, o texto compartilhado pelo jogador não aborda a foto em que ele está vestindo a camisa do Corinthians, o que resultou na punição aplicada pela diretoria rubro-negra. Embora a assessoria de imprensa do jogador tenha inicialmente negado a autenticidade da imagem, o Flamengo confirmou que se tratava de uma foto autêntica, sem edição.

Na nota, Gabigol relembra os títulos conquistados, a responsabilidade de vestir a camisa 10, os “cinco anos de alegrias” e também as “algumas tristezas”. Ele também afirmou que, embora aceite a decisão da diretoria, a perda do número histórico, anteriormente usado por Zico, não apagaria sua história construída ao lado dos companheiros.

Veja a íntegra da postagem do ex-camisa 10 do Flamengo:

“Naquele dia 12/11 de 2022, depois de ter sentido as maiores emoções da minha vida com as glórias e expressivas conquistas pelo Flamengo, o clube me presenteou com uma camisa muito especial, a 10, simplesmente o manto usado por nosso maior ídolo, o Zico. Confesso que senti uma certa insegurança, pois junto com aquela camisa vinha também um grande peso de responsabilidade. No Flamengo, encontrei minha melhor versão e vivo o melhor ciclo da minha carreira. Sou fascinado por títulos e sempre expressei isso no excesso de vontade dentro de campo, que muitas vezes é interpretado de forma errada.

O Flamengo me proporcionou ganhar muitos títulos (2 Libertadores, 2 Brasileiros, 1 Copa do Brasil, 1 Recopa Sul-Americana, 2 Supercopas do Brasil e 4 Cariocas) e viver esses momentos mágicos com a nação e ser acolhido pela maior torcida da América, isso sim é o verdadeiro significado da palavra felicidade. Nesses mais de 5 anos de alegrias e algumas tristezas, sempre tive uma certeza, a do meu amor por esse clube, a do amor pela nação rubro-negra. Hoje fui comunicado pelos diretores do Flamengo que não vestirei mais a 10.

Cabe a mim aceitar e respeitar o comando do clube. Mas isso jamais vai apagar a história que construí com meus companheiros de equipe. Aceito a próxima camisa e vou dar a vida em campo pelo Mengão até o fim da nossa história. Te amo, Flamengo!”

Imagem causou crise interna no Flamengo

A foto vazada mostra Gabigol em sua residência usando a camisa do Corinthians e aproveitando um momento com amigos, incluindo dois funcionários do Flamengo: o supervisor Márcio Santos e o roupeiro Sidnei Bernardes. O clube também repreendeu o supervisor com uma advertência por questões hierárquicas.

A imagem foi capturada na quinta-feira, um dia após a vitória do Rubro-Negro sobre o Bolívar por 4 a 0, pela Libertadores. Gabigol organizou um evento em sua casa com música e diversão.

A surpresa causada pela foto foi evidente no presidente do clube, Rodolfo Landim, que a recebeu enquanto jantava com a esposa. Landim imediatamente contatou o diretor de futebol, Bruno Spindel. A reação de Marcos Braz foi igualmente surpresa. O diretor viu a foto durante a festa de aniversário de seu filho e, atônito, deixou a celebração.

Na manhã seguinte, Spindel e o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, reuniram-se no Ninho do Urubu. Após ouvir o jogador no início da tarde, a diretoria comunicou a punição.

Desde que obteve efeito suspensivo para retornar aos jogos após uma suspensão por tentativa de fraude em exame antidoping, Gabigol participou de quatro partidas, ainda sem marcar gols. Contra o Bolívar, ele entrou aos 24 minutos do segundo tempo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *