gettyimages 1460326303
Futebol

Impressões do jogaço que deu o título da Supercopa do Brasil ao Palmeiras

(por Rafael Lima) Flamengo, campeão da Copa do Brasil, e Palmeiras, vencedor do Brasileirão, se colocaram frente a frente em Brasília para a disputa da final da Supercopa do Brasil. A expectativa era de um grande jogo, pois o duelo era um encontro entre os dois melhores times do país. Porém, apesar da ótima premissa, o jogo conseguiu ser melhor que o esperado.Futebol de alta intensidade para o começo de temporada, golaços, jogadas de efeito e muitos pontos positivos dos dois lados, além de situações a serem melhoradas. Assim foi a partida que coroou o Palmeiras como campeão da Supercopa do Brasil, vencendo por 4 a 3 o rival.Abel Ferreira definiu Gabriel Menino como substituto de Danilo e a escolha se mostrou acertada, já que o garoto conseguiu dar dinâmica na saída da defesa para o ataque e ainda apareceu na frente para marcar dois gols, um deles, uma obra-prima de fora da área, e o outro, o do título, em ótima jogada de Raphael Veiga, o melhor em campo.Veiga, após uma temporada em que sofreu com lesões, voltou em 2023 jogando o “fino da bola”. Com toques inteligentes, colocando o pé na área e se aproximando dos atacantes, Raphael anotou dois gols, um de pênalti, além de uma assistência, dando o cartão de visitas de mais uma boa temporada. Defensivamente, o campeão brasileiro foi envolvido em alguns momentos, por ficar menos com a bola e não ter um cão de guarda na frente da zaga, permitiu muitas chances ao adversário. Além disso, como outro ponto a evoluir, podemos colocar Endrick, que ainda precisa de tempo para ter presença de área a ponto de brigar com os zagueiros mais fortes.Do outro lado, o Flamengo teve volume de jogo, Gabigol foi decisivo, também anotou dois gols, e se movimentou muito bem. Se entendendo bem com Arrascaeta e Everton Ribeiro, o ídolo do Mengão foi o melhor do Rubro-Negro na partida.  Além dele, Pedro também incomodou a defesa do Palmeiras e anotou um golaço de calcanhar. Apesar de seu grande ataque, o Flamengo careceu de pegada no meio-campo, Thiago Maia e Gerson, ainda sem ritmo, fizeram o torcedor Rubro-Negro sentir saudades de João Gomes. Além disso, os laterais também não foram bem e, com o time espaçado, o time carioca sofreu demais defensivamente. Com erros e acertos de ambas as partes, vimos um jogaço, que com certeza estará entre os melhores do ano. Os dois times mostraram que continuarão no topo do futebol brasileiro, com muitos recursos técnicos e financeiros para brigar por todos os títulos que disputarem. No final, deu para perceber que o Palmeiras está na mão de Abel Ferreira, enquanto Vitor Pereira terá que trabalhar para dar mais equilíbrio defensivo ao Flamengo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *