Edina Alves São Paulo
Futebol Brasileirão

Santos x São Paulo: Peixe protesta contra escalação de Edina Alves

O Santos divulgou na última segunda-feira de carnaval (12) uma nota oficial protestando conta  a escolha da arbitragem no clássico diante do São Paulo. O clássico válido pela oitava rodada do Campeonato Paulista ocorrerá nesta quarta-feira, dia 14 de fevereiro, a partir das 19h30 pelo horário de Brasília, no Morumbis.

A direção santista disse em nota oficial que “respeita a decisão da Comissão de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol (FPF)” e não deseja entrar em conflito com a federação, mas sinaliza também que a árbitra supostamente acumula uma quantidade considerável de supostos erros no passado contra o clube.

Nota oficial divulgada pelo Santos

“Sobre a escolha da árbitra Edina Alves para apitar o clássico São Paulo e Santos no Morumbis, o Santos FC respeita a decisão da Comissão de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol, espera que graves erros cometidos pela arbitra no passado tenham servido de reflexão e aprimoramento em seu nível técnico para que possa conduzir junto com seus auxiliares um jogo tão importante da primeira fase do Campeonato, sem prejuízo ao espetáculo, para que os protagonistas da partida sejam os atletas.”

“O Santos está em fase de reconstrução de sua história, não precisa ser beneficiado, mas exige retidão e imparcialidade para que nada o prejudique nesta retomada.

Edina apitou clássico no Paulistão 2023

Por fim, cabe ressaltar que o clássico disputado entre Santos e São Paulo na Vila Belmiro em 2023 no Paulistão teve arbitragem de Edina Alves. Na ocasião, o Peixe foi derrotado pelo tricolor paulista com goleada de 3 a 0, resultado que iniciou a primeira crise do clube na temporada que terminou em rebaixamento.

A situação em 2024 é muito superior no estadual, com o Santos acumulando 16 pontos em sete jogos do Paulistão, na liderança disparada do Grupo A e na liderança geral acima de Palmeiras (14), São Paulo (13), Ponte Preta (12) e Novorizontino (12).

Imagem: CBF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *