Max Verstappen
Automobilismo Fórmula 1

Verstappen controla Norris e conquista vitória na Espanha

Neste domingo (23), tivemos a realização do GP da Espanha de Fórmula 1, o último no histórico circuito de Barcelona, na Catalunha, e o resultado não foi diferente do ano passado. O holandêx Max Verstappen, da Red Bull, garantiu a vitória em uma intensa disputa com Lando Norris, da McLaren, que chegou na segunda posição. Lewis Hamilton conquistou o seu primeiro pódio do ano, chegando em terceiro.

Com uma boa estratégia, Verstappen controlou bem o ímpeto de Norris na segunda colocação para conquistar a sua sétima vitória na temporada e a 61ª na carreira. Esse foi o segundo triunfo seguido do holandês na Catalunha, e o segundo depois de um fim de semana difícil em Mônaco. Ele também aumentou a sua vantagem na liderança do campeonato de pilotos.

Verstappen lidera o campeonato com 219 pontos, seguido por Norris, que ultrapassou Charles Leclerc para ficar na segunda posição, com 149 pontos. Com a vitória, nenhum piloto não chamado Verstappen ou Hamilton venceu na Catalunha desde 2014, quando Nico Rosberg quebrou essa escrita. No ano que vem, o GP da Espanha se muda para o circuito de rua de Madri.

Largada agitada e Russell à frente

Norris largou mal e viu Verstappen o atacar logo na primeira reta, convergindo para a direita e jogando o holandês para a grama. Enquanto os dois disputavam a posição, quem se deu bem foi George Russell. O britânico fez uma linha diferente, indo por fora para ultrapassar os dois rivais e assumir a ponta. Max ficou com a segunda posição, enquanto Norris caiu para terceiro, com Hamilton em quarto.

A liderança de Russell, no entanto, não durou muito, já que Verstappen conseguiu a ultrapassagem tranquila para assumir a ponta. Enquanto isso, ocorria uma disputa ferrenha entre os dois carros da Ferrari, com uma ultrapassagem perigosa de Sainz em cima de Leclerc e causando uma pequena discussão no rádio.

Com Norris ficando “preso” atrás de Russell, Verstappen começou a abrir uma vantagem importante, não dando chances para uma possível chegada dos britânicos. Com isso, a McLaren foi forçada a tentar uma estratégia diferente, mantendo Norris na pista enquanto os outros pilotos iam para os boxes. Quando finalmente parou, Lando tinha uma vantagem de seis voltas nos pneus médios.

Verstappen vence batalha de estratégias

Max Verstappen
(Foto: Twitter Fórmula 1)

Voltando na sexta posição, Norris começou a abrir caminho pelos seus rivais, ultrpassando Leclerc, Sainz e Hamilton com tranquilidade antes de chegar em Russell. O britânico da Mercedes complicou um pouco a ultrapassagem, defendendo com unhas e dentes na curva 1 e voltando à frente na hairpine seguinte. No entanto, ao final da disputa, Norris prevaleceu, assumindo a segunda posição.

Reconhecendo a ameaça de Norris, a Red Bull parou Verstappen para neutralizar a vantagem dos pneus, apesar de perder a posição. Com isso, o britânico assumiu a ponta, deixando a McLaren com uma decisão a fazer: deixar Verstappen chegar com pneus melhores ou parar e tentar retomar a vantagem nos composos macios. Lando, então, parou nos boxes, voltando na segunda posição.

Norris começou a tirar a vantagem com Verstappen administrando bastante o desgaste dos pneus. Alertado pelo seu engenheiro para acelerar após a desvantagem baixar para cinco segundos, o piloto da Red Bull conseguiu controlar as ações, não deixando o seu rival se aproximar. Preciso e sem erros, Max terminou com dois segundos de vantagem para conquistar uma vitória de mestre na Espanha.

Confira o resultado final do GP da Espanha:

  1. Max Verstappen (Red Bull)
  2. Lando Norris (McLaren)
  3. Lewis Hamilton (Mercedes)
  4. George Russell (Mercedes)
  5. Charles Leclerc (Ferrari)
  6. Carlos Sainz (Ferrari)
  7. Oscar Piastri (McLaren)
  8. Sergio Pérez (Red Bull)
  9. Pierre Gasly (Alpine)
  10. Esteban Ocon (Alpine)
  11. Nico Hulkenberg (Haas)
  12. Fernando Alonso (Aston Martin)
  13. Zhou Guanyu (Kick Sauber)
  14. Lance Stroll (Aston Martin)
  15. Daniel Ricciardo (Racing Bulls)
  16. Valtteri Bottas (Kick Sauber)
  17. Kevin Magnussen (Haas)
  18. Alex Albon (Williams)
  19. Yuki Tsunoda (Racing Bulls)
  20. Logan Sargeant (Williams)