Vinicius Júnior Valencia
Futebol La Liga

Vinicius Júnior: três torcedores do Valencia são condenados por atos racistas contra o brasileiro

Três torcedores do Valencia foram condenados a oito meses de prisão na Espanha por ataques racistas a Vinícius Junior, em maio de 2023, no estádio Mestalla. Além da pena de prisão, os envolvidos foram proibidos de entrar em qualquer estádio de futebol por dois anos e multados.

O presidente da LaLiga, Javier Tebas, comemorou a condenação, a primeira desse tipo na história do futebol espanhol:

“Esta sentença é uma ótima notícia para a luta contra o racismo na Espanha, pois repara os danos sofridos por Vinícius Junior e envia uma mensagem clara para aquelas pessoas que vão a um estádio de futebol para insultar que a LaLiga irá detectá-los, denunciá-los e haverá consequências criminais,” disse Tebas.

Em um comunicado, o Real Madrid também comemorou a sentença:

“O Real Madrid, que atuou junto a Vinicius Junior como acusação particular neste processo, continuará trabalhando para proteger os valores do nosso clube e para erradicar qualquer comportamento racista no mundo do futebol e do esporte,” escreveu o clube.

O racismo contra Vinicius Júnior no Mestalla

Em 21 de maio de 2023, Vinícius Junior sofreu o maior de todos os ataques racistas dentre vários ocorridos nos últimos anos na Espanha. Durante o jogo entre Valencia e Real Madrid, gritos de “mono” (macaco, em espanhol) foram ouvidos ao longo da partida. A situação se agravou aos 24 minutos do segundo tempo.

Durante uma jogada pela esquerda, Vinícius foi atrapalhado por uma segunda bola dentro de campo e reclamou com a arbitragem. Parte da torcida próxima ao gol do Valencia começou a hostilizá-lo com xingamentos racistas. A situação escalou quando o goleiro Mamardashvili confrontou Vinícius Junior, resultando em cartões amarelos para ambos. No tumulto que se seguiu, o atacante Hugo Duro deu um mata-leão em Vinícius, que, ao se desvencilhar, acertou o rosto do adversário. Após revisão do VAR, o árbitro Burgos Bengoetxea expulsou o brasileiro.

Após receber o cartão vermelho, Vinícius Junior deixou o campo aplaudindo ironicamente e fazendo um gesto com o número 2, aludindo ao risco de rebaixamento do Valencia. Integrantes da comissão técnica e jogadores do Valencia confrontaram o jogador, que precisou ser escoltado por colegas do Real Madrid.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *