Iga Swiatek Wimbledon
Tenis Wimbledon

Wimbledon, dia 4: confira o melhor da chave feminina do torneio

Com dia de sol e sem intercorrências por conta da chuva em Wimbledon, o All England Club recebeu o quarto dia de competições para o aberto da Grã-Bretanha. Cabeças de chave como Jabeur, Collins e Swiatek venceram seus jogos, mas com algumas dificuldades. Além da vitória e avanço de Paula Badosa, que vem se recuperando na temporada.

Confira o que de melhor aconteceu nesta quinta-feira (4), em Wimbledon:

Badosa encara jogo difícil mas vence Fruhvirtova

Vindo de uma temporada inconstante em 2024, a ex-número dois do mundo, Paula Badosa tem apresentado um bom nível de tênis sob a grama de Wimbledon. Na segunda rodada, ela venceu a tcheca Brenda Fruhvirtova, por 2 a 0. A espanhola começou o jogo com dificuldades e foi quebrada, mas devolveu a quebra na sequência. Badosa ainda conseguiu outra quebra na parcial, mas foi quebrada por Brenda em seguida. No entanto, a hispânica se recuperou e fechou primeiro set com uma quebra em 6/4.

Na segunda parcial, Badosa ganhou três dos quatro primeiros sets, sendo duas quebras, mesmo tendo um break contra nesse momento do jogo. Porém, a partir daí, a espanhola não deu mais chances à adversária e venceu outros quatro games e com uma nova quebra no final, fechou o segundo set em 6/2. Na terceira rodada, Paula enfrenta a atual número 12 do mundo, a russa Daria Kasatkina.

Jabeur joga bem mais uma vez e vence Montgomery

Uma das candidatas ao título de Wimbledon e cabeça de chave número 10, Ons Jabeur teve outra sólida atuação e venceu a estadunidense que veio do qualifying, Robin Montgomery, por 2 a 0. A tunisiana começou bem no jogo e já consegui quebra no segundo game da partida. No entanto, Robin conseguiu break em seguida, mas logo foi quebrada novamente. Daí em diante, a top 10 deslanchou e fechou primeiro set em 6/1.

O segundo set foi mais equilibrado entre as duas tenistas, que confirmaram a maioria dos seus serviços, até que no 11º game da partida, Jabeur consegui a única quebra da parcial e logo na sequência confirmou seu serviço para fechar em 7/5. Na terceira rodada, Ons vai encarar a ucraniana cabeça de chave 21, Elina Svitolina.

Collins oscila mas vence Galfi 

Atual número 11 do mundo, Danielle Collins enfrentou alguns momentos de oscilação, porém conseguiu a vitória sobre a húngara Dalma Galfi, por 2 a 0. A estadunidense perdeu o primeiro game, mas se recuperou no set e conseguiu a quebra no terceiro game. No entanto, a adversária, que veio do quali, complicou o jogo naquele momento conseguindo a quebra. Danielle voltou a se impor e fechou a primeira parcial com três games seguidos em 6/3.

No segundo set, as duas tenistas trocaram breaks nós dois primeiros games e depois, Collins quatro games consecutivos. Galfi respondeu quebrando e ganhando três games seguidos. Porém, a estadunidense estava em vantagem e fechou a segunda parcial com uma quebra em 6/4. Na terceira rodada, Danielle vai encarar a brasileira Beatriz Haddad Maia, que teve o jogo abandonado pela lesão de Camila Osorio.

Em jogo equilibrado, Swiatek vence Martic

A número 1 do mundo segue firme sua campanha à segunda semana de Wimbledon e venceu, após muito equilíbrio, a croata Petra Martic, por 2 a 0. A tônica do jogo foram as duas tenistas confirmando os seus games de serviços, mesmo com dificuldade de ambos os lados. Na primeira parcial, a única quebra foi da polonesa no décimo game, que fechou o primeiro set em 6/4.

Essa tendência foi se perpetuando no jogo, mas com um modo diferente. Iga conseguiu confirmar seus games de serviço com mais facilidade, enquanto Martic teve dificuldades. No oitavo game, a quebra veio a favor da polonesa que logo na sequência confirmou seu serviço e fechou em 6/3. Swiatek encara na terceira rodada, a tenista do Cazaquistão, Yulia Putinseva.

(Foto: Twitter Wimbledon)