Xavi
Futebol La Liga

Após demissão de Xavi, técnico do Sevilla critica Barcelona: “Como trata mal suas lendas…”

Após o anúncio da demissão de Xavi Hernandez do Barcelona, o técnico do Sevilla, Quique Sánchez Flores, não poupou as críticas aos dirigentes culés. Ele afirmou que o clube trata muito mal grandes jogadores de sua história, citando também Messi e Ronald Koeman. 

“Xavi é um técnico que sentiu muito o clube. Viveu muitas coisas como jogador e fez um bom trabalho como treinador. Vou dar um abraço nele, vamos conversar, temos bastante comunicação. Não deveria dizer isso, mas como o Barcelona trata mal suas lendas. Que sequência ruim, com Koeman, Messi, Xavi agora. Tomara que os clubes valorizem suas lendas” – disse o técnico do Sevilla, em entrevista coletiva nesta sexta.

O Sevilla será o próximo adversário do Barcelona, fechando a temporada 2023/2024 da La Liga, no domingo (26), às 16h. O jogo será o último que Xavi comandará a equipe. Para a próxima temporada, o alemão Hansi Flick é apontado como o substituto pela imprensa espanhola.

 

PORQUE QUIQUE APONTOU MESSI E KOEMAN NA HISTÓRIA DE XAVI?

Xavi foi comunicado da demissão nesta sexta (24), em reunião com o presidente do Barcelona, Joan Laporta, o diretor esportivo Deco e o vice-presidente Rafa Yuste. Há um mês, o treinador havia mudado de ideia em sair do clube ao fim da temporada e anunciou sua permanência até junho de 2025, em entrevista coletiva ao lado de Laporta e de Deco.

Para além dos resultados pífios, a relação entre Xavi e Laporta já não era das mais amistosas nos últimos meses. O Barça vive um grave problema financeiro para a próxima temporada. Segundo o portal The Athletic, da Inglaterra, o clube precisa cobrir um buraco de 130 milhões de euros (R$ 724 milhões) nas contas para começar a pensar em contratações. 

Xavi chegou a falar que o Barcelona terá dificuldades para contratar reforços e qualificar mais o elenco para a próxima temporada, e Laporta não gostou nada disso. As questões financeiras também tiraram Messi em 2021. Na época, Laporta reconheceu que não conseguiu segurar o craque argentino devido aos problemas financeiros e que “o clube queria que ele ficasse”, mas “a instituição está acima até do melhor jogador do mundo”.

Koeman foi jogador do Barcelona de 1989 a 1995, e treinou a equipe principal de agosto de 2020 a outubro de 2021. Foi demitido no começo da temporada 2021/22, com a equipe no meio da tabela da La Liga e em má fase também na Liga dos Campeões. Foi sucedido justamente por Xavi. E o resto, é história.

(Foto: EFE/Javier Zorrilla)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *