Euro 2024
Futebol Eurocopa

Guia da Euro 2024: Conheça as seleções participantes, grupos, favoritas ao título e quem pode surpreender

Começa nesta sexta-feira na Alemanha a décima sexta edição do campeonato europeu de seleções realizado pela UEFA, popularmente chamada de Eurocopa, ou simplesmente Euro. Vinte e quatro países disputam entre os dias 14 de junho e 14 de julho a conquista do torneio apontado como o segundo campeonato de futebol mais assistido do planeta, ficando atrás apenas da Copa do Mundo FIFA. E a Playmaker traz a partir de agora um guia completo com as principais informações sobre a disputa que promete ser acirrada, emocionante, e claro, cercada de surpresas.

Realizada desde 1960, a competição de seleções reúne nomes importantes do futebol europeu de quatro em quatro anos, e é disputada em solo alemão pela segunda vez em sua história, tendo sido realizada pelo país em 1988, na conquista da seleção da Holanda sobre a então União Soviética (atualmente Rússia). Com 10 cidades-sede nesta edição de 2024, sendo nove delas utilizadas na Copa de 2006, a Alemanha foi escolhida pela UEFA em votação realizada no ano de 2018, derrotando a candidatura da Turquia.

Eurocopa de 1988
Seleção da Holanda campeã da Eurocopa de 1988, disputada pela primeira vez na Alemanha — Foto: Getty Images

Formato da Euro e seleções participantes

Disputada em sistema de fase de grupos desde 1980, na edição sediada pela Itália, a Eurocopa tem 24 seleções divididas em seis grupos desde a edição de 2016 na França. Nesta primeira fase, com grupos do A até o F, quatro países compõem cada chave e jogam três partidas entre si, buscando uma das duas vagas diretas do grupo nas oitavas de final, primeira parte da fase eliminatória do torneio.

Em caso de igualdade na pontuação, os critérios de desempate obedecem a seguinte ordem: 1) confronto direto; 2) melhor saldo de gols; 3) mais gols pró; 4) menos cartões vermelhos e amarelos; 5) ranking das eliminatórias ou sorteio, caso a Alemanha esteja envolvida.

O regulamento da Euro além de classificar as duas melhores seleções em cada um dos seis grupos para as oitavas, classifica também os quatro melhores terceiros colocados para a reta final da competição, composta por 16 equipes. A partir das oitavas de final, as seleções jogam num duelo único de mata-mata e em caso de empate no tempo normal, disputam uma prorrogação de 30 minutos, e se necessário, decidem a vaga na fase seguinte através de penalidades máximas.

Eurocopa 2024
Seleções participantes da Euro 2024 na Alemanha — Foto: Divulgação/UEFA

Entre as 24 equipes classificadas, apenas uma seleção é estreante na Euro, enquanto as outras 23 possuem uma ou mais participações no torneio disputado há 64 anos. Países como a anfitriã Alemanha, a atual campeã Itália, e a vice Inglaterra, passam de dez edições, e prometem trazer para este ano elencos robustos de novidades em busca do título. Confira a seguir os grupos:

Grupo A

  • Alemanha
  • Escócia
  • Hungria
  • Suíça

Grupo B

  • Espanha
  • Croácia
  • Itália
  • Albânia

Grupo C

  • Eslovênia
  • Dinamarca
  • Sérvia
  • Inglaterra

Grupo D

  • Polônia
  • Holanda
  • Áustria
  • França

Grupo E

  • Bélgica
  • Eslováquia
  • Romênia
  • Ucrânia

Grupo F

  • Turquia
  • Geórgia
  • Portugal
  • República Tcheca

Quem são as favoritas ao título?

Nesta Eurocopa de 2024, assim como em toda competição de futebol, tudo pode acontecer, mas é claro, inicialmente ela tem seus candidatos que largam com certo favoritismo à frente de seus concorrentes em busca do título. Para a lista de favoritas na Euro, selecionamos as seleções baseadas naquilo que vem apresentando nos últimos anos, e podem demonstrar na Alemanha, em busca da glória máxima do continente europeu.

Alemanha (Grupo A)

Tricampeã da competição, a Die Mannschaft não vence a Euro há 28 anos, e diante de sua torcida, quer fazer bonito e voltar às glórias que não conquista desde a Copa do Mundo de 2014, disputada no Brasil. Iniciando um novo ciclo com Julian Nagelsmann, os alemães terão pela última vez o meia Toni Kroos, que junto de um elenco mesclado pela experiência de seus companheiros Neuer e Thomas Müller e a renovação com Florian Wirtz, destaque do Bayer Leverkusen na última temporada europeia, busca coroar sua carreira com um título inédito.

Espanha (Grupo B)

Campeã em 1964 e bicampeã europeia com a geração comandada por Vicente del Bosque entre as décadas de 2000 e 2010, La Roja vem determinada a reocupar o terreno perdido nos últimos anos, e traz um elenco com novas caras em busca do tricampeonato. Campeões da última UEFA Nations League com o técnico Luis de la Fuente, a seleção de nomes como Pedri, Carvajal, Rodri, Morata e outros, tem no seu grupo um dos jogadores mais jovens da história da Euro, o atacante do Barcelona Lamine Yamal, de 16 anos.

Inglaterra (Grupo C)

Sempre competitiva, porém muitas vezes rondada pelo azar, a atual vice-campeã da Eurocopa não se intimida diante dos percalços que enfrenta sob o comando de Gareth Southgate e vem em busca de sua primeira conquista na competição europeia, após conquistar uma única Copa do Mundo em 1966. Para este ano, The English Team vem motivado e com nomes estrelados como Harry Kane, do Bayern de Munique, e o jovem Jude Bellingham, craque do Real Madrid, e forte candidato ao Prêmio Bola de Ouro em 2024.

França (Grupo D)

Atual vice-campeã mundial, a seleção francesa se destaca pelos últimos campeonatos em que vem sempre atrás de títulos e tombando fortes rivais pelo caminho. Novamente liderada pelo técnico Didier Deschamps, o único campeão do mundo como treinador e jogador junto de Zagallo e Franz Beckenbauer, Les Bleus tem em seu plantel o agora também Real Madrid, Kylian Mbappé, e o retorno do meia Kanté, ausente do time desde antes da Copa no Catar, em 2022. Bicampeã continental, vem para a Alemanha em busca do terceiro título.

Quem pode surpreender?

Depois dos protagonistas, vamos conferir aqueles que figuram como azarões, ou digamos surpresas entre os 24 candidatos ao título desta edição, que promete ser acirrada e sobretudo, emocionante para aqueles que amam o futebol. Veja a seguir.

Itália (Grupo B)

A atual campeã da Euro apesar de defender o título na competição, tem encarado sérias dificuldades nos últimos anos, como por exemplo, a não participação nas duas últimas Copas do Mundo, em 2018 e 2022, e a quase desclassificação nas eliminatórias para o torneio continental. A vitória de 2020 conquistada sobre a Inglaterra nos pênaltis foi uma injeção de esperanças na Azzurra, que agora comandada pelo ex-Napoli Luciano Spalletti, tenta voltar a figurar entre as principais seleções de seu continente. Com nomes como o goleiro Donnarumma, o volante brasileiro Jorginho, e outros seis remanescentes da última taça, busca brigar pelo tricampeonato europeu neste ano.

Croácia (Grupo B)

Vivendo o auge com sua geração vice-campeã do mundo em 2018 e terceira colocada em 2022 no Catar, os croatas tentam ir longe pela primeira vez numa Eurocopa, e prometem dar trabalho na chave que é considerada o “grupo da morte” nesta edição. Enfrentando a atual campeã Itália, a determinada Espanha, e a sensação Albânia, o Kockasti comandado por Zlatko Dalić desde 2017 tem a liderança de Luka Modrić em campo, e quer fazer história nesta que é considerada a última competição de seleções disputada pelo meia de 38 anos, e que recentemente renovou seu vínculo com o Real Madrid.

Holanda (Grupo D)

Campeã da Euro de 1988 e outra seleção europeia rondada pelo azar, os holandeses serão uma das maiores pedras no sapato da França na briga pela liderança da chave e por uma das duas vagas diretas de seu grupo nas oitavas de final, onde terão a Polônia correndo por fora. A Laranja Mecânica, sob o comando de Ronald Koeman, tem a ausência de Frenkie de Jong e Teun Koopmeiners, cortados de última hora por lesão, porém, vem com nomes como o defensor Virgil van Dijk e o atacante Memphis Depay, e tenta se figurar como um postulante ao título do continente.

Bélgica (Grupo E)

Buscando um título inédito, os belgas querem ir mais longe com a geração de Romelu Lukaku e Kevin De Bruyne, que na última edição da Eurocopa parou na campeã Itália nas quartas de final. Com o treinador italiano Domenico Tedesco desde o segundo semestre do ano passado, os Diabos Vermelhos tem apresentado um aproveitamento espetacular de 80% e poderá reinar absoluta num grupo com seleções como Eslováquia, Romênia e Ucrânia.

Portugal (Grupo F)

Campeões em 2016, os portugueses tem Cristiano Ronaldo disputando uma Euro pela sexta vez e dispostos a se reerguer após uma sequência de amistosos irregulares às vésperas da competição, para a qual se classificou de forma invicta nas eliminatórias, com uma sequência de 10 vitórias. Os Lusos comandados pelo espanhol Roberto Martínez, ex-treinador da seleção da Bélgica, tem como destaques junto de CR7 o atacante do Manchester City Bernardo Silva, e o meia do Manchester United Bruno Fernandes.

A Eurocopa começa nesta sexta-feira com Alemanha e Escócia, na Allianz Arena, em Munique, casa do Bayern. O duelo será realizado às 16h (de Brasília) e marca a abertura da competição, que terá sua grande final disputada em 14 de julho, no Estádio Olímpico de Berlim.

Foto: Divulgação/UEFA