GettyImages 2158313857
Automobilismo Fórmula 1

Leclerc alfineta Sainz após GP da Espanha; o espanhol responde

Os dois pilotos da Ferrari, Charles Leclerc e Carlos Sainz, trocaram farpas depois do GP da Espanha, pelo piloto espanhol ter buscado ultrapassar o monegasco e causado um toque entre eles.

“Não foi uma luta justa com Sainz no início, principalmente após nós decidirmos no briefing que faríamos algum trabalho de gerenciamento de pneus”, disse Leclerc.

“Carlos me ultrapassou no final da reta, um risco que não deveria ser tomado, considerando que também danificou minha asa dianteira. Este é um momento importante para a sua carreira, assim como para a corrida em casa.”, continuou.

“Ele queria fazer algo espetacular, mas isso nos fez perder uma posição. Depois dessa luta fizemos uma boa corrida, mas não podemos pensar em retrospectiva”, finalizou.

Carlos Sainz responde Leclerc

“Leclerc não estava feliz comigo? Para mim ficou claro, tínhamos um novo macio e tínhamos que atacar”, afirmou Sainz.“Não sei o que aconteceu com ele na primeira volta, não consegui acompanhá-lo pelo resto da prova. Não sei do que ele está reclamando desta vez.”, completou.

O chefe da equipe, Frédéric Vasseur, porém, preferiu jogar água no fogo. Para Vasseur, o toque foi um incidente de corrida. “Um pequeno contato entre Leclerc e Sainz, que, no entanto, não nos fez perder muito. Leclerc diz que a ultrapassagem de Sainz danificou seu carro e lhe custou uma posição?”, indagou.

“Não vimos nenhum dano no carro, acho que ele reclamou de ter perdido meio segundo ou um segundo naquele momento, mas podemos encontrar outros dez exemplos em que perdemos um segundo durante a corrida.”, encerrou Vasseur.