Andre Silva Sao Paulo Barcelona Libertadores
Libertadores Futebol

São Paulo não sai do zero com Barcelona, mas depende de si para ser líder do grupo na Libertadores

O São Paulo, classificado para as oitavas de finais da Libertadores, recebeu o já eliminado Barcelona de Guayaquil, no Morumbi, num jogo que não valia muito para nenhum dos lados.

Com um futebol sonolento, pouco criativo e marcado por algumas falhas, o Tricolor Paulista não conseguiu furar o bloqueio equatoriano e acabou ficando no zero a zero, para a decepção dos torcedores no Morumbis.

Domínio do São Paulo, mas pouca efetividade

Desde o início o São Paulo buscou o gol, atacando pelas pontas, tentando abrir a defesa do Barcelona, que só se preocupava em se defender. A primeira chance clara de gol veio após grande jogada de Michel Araújo que passou por dois defensores e cruzou na cabeça de André Silva, mas o atacante cabeceou para fora.

O jogo era ataque contra defesa, porém, o São Paulo não conseguia criar chances de gol. Rondava a área do Barcelona, mas errava no último passe, sem penetrar na zona de perigo. A partida era monótona e sem emoção.

Aos 39’, Ferreirinha fez boa jogada, unindo habilidade e vontade, porém, o arremate ficou para André Silva, que acabou desperdiçando a oportunidade de ouro.

E assim, com domínio claro do São Paulo, mas pouquíssimas chance de gol, o primeiro tempo terminou.

Segundo tempo tem bis do primeiro no Morumbis

A etapa complementar começou da mesma forma que a primeira, com o Tricolor dominante, mas com dificuldades em finalizar. A primeira boa chance veio aos 8’, com uma boa trama pela esquerda que terminou numa cabeçada de Galoppo para a defesa de Burrai.

Entretanto, o Barcelona resolveu acreditar e, cinco minutos depois, teve sua melhor chance de gol, com o experiente Damián Díaz batendo falta perigosa para ótima defesa de Rafael.

A partir daí o duelo ficou mais truncado, nenhuma equipe levava perigo e o São Paulo foi ficando mais preguiçoso no jogo, errando muito no último terço do campo. E, além de tudo, quase levou um gol num lance bizarro de Rafael e Luiz Gustavo, mas Díaz não soube aproveitar.

Apesar da piora, o Tricolor ainda teve a chance de matar o jogo no fim, mas Juan jogou a oportunidade em cima do goleiro, encerrando o duelo no zero.

Final: São Paulo 0x0 Barcelona de Guayaquil

São Paulo fica no 0x0 com o Barcelona de Guayaquil no Morumbis
São Paulo fica no 0x0 com o Barcelona de Guayaquil no Morumbis (Imagem: Miguel Schincariol / AFP)

 

Comentários finais do empate do São Paulo

Apesar de dominar a partida, dá para avaliar o desempenho do São Paulo como ruim, pois o time não conseguiu vazar o fraco Barcelona de Guayaquil e nem apresentou armas para furar uma retranca. 

Sem Calleri, parece que o Tricolor perde muito mais que o esperado (que já era bastante), e terá que se reinventar para se impor contra times que só pensam em se defender.

Apesar do resultado ruim, o São Paulo tem a mesma situação que teria se tivesse vencido, precisa derrotar o Talleres, no próprio Morumbis, para terminar a fase de grupos em primeiro lugar na sua chave.

Apesar de tudo, da boa possibilidade de terminar na liderança de seu grupo, fica um sinal de alerta para o Tricolor, que enfrentará desafios bem maiores na fase de mata-mata.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *