Futebol

Bellingham decide e Real Madrid vence Barcelona de virada em La Liga

(por Fabrício Carvalho)La Liga 2023/24 – 11ª RodadaBAR1-2RMAEm clássico movimentado neste sábado (28), válido pela 11ª rodada de La Liga, o Real Madrid venceu o Barcelona por 2 a 1 no Estádio Olímpico Lluís Companys graças à Jude Bellingham.Os comandados de Xavi Hernández controlaram boa parte do primeiro tempo e buscaram a abertura precoce do placar com Ilkay Gundogan. No entanto, o Real Madrid reagiu na etapa complementar e Jude Bellingham marcou um golaço para buscar o empate. Na reta final, o jogo ficou aberto com chances para ambos os lados, possibilitando o gol da vitória para a jovem estrela do Real.O resultado deixou o Real Madrid na liderança de La Liga com 28 pontos, à frente do Girona e quatro pontos na frente do Barcelona, que ainda poderá ser ultrapassado pelo Atlético de Madrid (22) até o fim da rodada.PRIMEIRO TEMPOA equipe de Xavi Hernández foi apra o confronto com a presença de João Félix na equipe titular após recuperar-se de lesão, além de confirmar a presença de Araujo na posição de xagueiro pela direita ao lado de Cancelo, buscando anular Vini Jr, enquanto Carlo Ancelotti optou pela titularidade de Toni Kroos no lugar de Camavinga para a disputa do clássico.O Barcelona não havia conseguido chegar ao terço final do campo no início da partida, mas a primeira chegada com perigo rendeu a precoce abertura do placar. Aos 6′, Gundogan recebeu na intermediária e tentou tabelar com Gavi no corte errado de Tchouameni. A bola voltou no pé do alemão, que fez a infiltração pela meia-lua e ganhou de Alaba para bater rasteiro na saída de Kepa.Aos 12′, o Real Madrid tentou responder com Rodrygo recebendo entre quatro marcadores pelo lado direito da área para achar Vini Jr. na meia-lua, mas o brasileiro chutou em cima da zaga. Na sequência, o Barça respondeu com Gavi desarmando Kroos no campo ofensivo acionando Fermín na sequência, mas o chute rasteiro do jovem meia carimbou a trave direita.Sem espaço para conseguir penetração no terço final, Rudiger experimentou de fora da área oas 22′ e quase acertou o ângulo de Ter Stegen. Porém, a equipe de Ancelotti insistia nos lances em velocidade pela esquerda sem grande sucesso. Controlando as ações ofensivas e pressionando após a perda de bola, o Barcelona manteve o domínio do primeiro tempo.Em mais um lance de perigo, João Félix balançou em cima da marcação de Rudiger na entrada da áreae escpaou do zagueiro para criar espaço, mas Alaba venceu a disputa física. O jovem teve mais uma oportunidade aos 31′ quando enfiou na medida para Baldé, aproveitando escapada do ltaral pela esquerda, mas acabou sendo desarmado.Antes do intervalo, Bellingham teve o seu melhor momento do primeiro tempo ao vencer uma marcação tripla no campo ofensivo, mas Rodrygo e Vinícius Júnior não acompanharam o lance. Nos acréscimos, Araujo recebeu na direita e cruzou buscando Ferran Torres nas costas de Rudiger, mas o zagueiro salvou de forma providencial.SEGUNDO TEMPOO Barcleona tentou rapidamente buscar o segundo gol logo após o intervalo e ameçou aos 5′ em jogada de bola parada. Gundogan cobrou escanteio na medida para Martínez testar firme e carimbar a trave direita. No rebote, Araujo chutou firme e parou numa defesa espetacular do goleiro Kepa.A defesa foi fundamental para o Real Madrid conseguir ser mais competitivo graças às mudanças de Carlo Ancelotti. Mendy deixou o campo com dores para a entrada de Camavinga, mas as entradas de Luka Modric e Joselu modificaram o panorama da partida.Em lance de grande perigo aos 19′, Cancelo ganhou disputa contra Camavinga pelo lado esquerdo e colocou na frente para bater firme com bloqueio de Alaba, só que a bola pegou efeito e encobriu Kepa, saiu por muito por pouco. Na sequência, Tchouameni arriscou de fora da grande área e Ter Stegen salvou no pé da trave.No entanto, o momento especial para o torcedor do Real Madrid estava garantido graças ao melhor jogador da temporada do futebol europeu até o momento. Aos 22′, Jude Bellingham recebeu na entrada da área e chutou firme no ângulo esquerdo de Ter Stegen, sem chances de defesa para o goleiro do Barça.Após resistir à pressão pós-empate, o Barcelona subiu as linhas de marcação e Lewandowski tentou causar o mesmo impacto após deixar o banco de reservas. O polonês quase deixou a equipe catalã na frente do placar novamente aos 35′, arriscando o chute da meia-lua, com a bola tirando tinta do travessão.Aos 42′, Joseulo recebeu passe promissor de Vinícius Júnior na marca penal e tentou cortar a marcação de Iñigo, mas o volante ganhou a frente e conseguiu mais um corte providencial.Quando tudo indicava que a partida terminaria empatado, o Real Madrid buscou a virada nos acréscimos com a jovem estrela. Modric recebeu nas costas da zaga pela direita e dominou mal, mas a bola acabou encobrindo a cobertura de Iñigo Martínez encontrando Bellingham em posição legal. O artilheiro ficou no 1v1 contra Ter Stegen e venceu o goleiro para virar o clássico.O Barcelona teve apenas uma chance para evitar a derrota nos acréscimos. No último lance da partida, aos 49′, Oriol Romeu pegou sobra na meia-lua e encheu o pé em cima da marcação, fundamental para o Real garantir a virada diante do rival.FICHA TÉCNICABARCELONA 1-2 REAL MADRIDData: 28/10/2023, 11:15Estádio: Olímpico Lluís CompanysÁrbitro: Javier Gil ManzanoGols: 1T 6′ Gundogan (BAR); 2T 22′ Bellingham (RMA); 2T 45′ Bellingham (RMA)Barcelona: Ter Stegen; Cancelo (Yamal), Araujo, Christensen e Baldé; Martínez, Gundogan, Gavi e Fermin (Oriol Romeu); João Félix (Raphinha) e Ferrán Torres (Lewandowski).Real Madrid: Kepa; Carvajal, Rudiger, Alaba e Mendy (Camavinga); Kroos (Luka Modric), Tchouameni e Valverde; Bellingham, Rodrygo (Joselu) e Vini Jr (Lucas Vázquez).Imagem: Real Madrid

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *