Corinthians e Vitória, BR 2024
Futebol Brasileirão

No sufoco, Corinthians vence o Vitória na Neo Química Arena e respira após nove jogos sem vencer

Pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, Corinthians e Vitória se enfrentaram na noite desta quinta-feira, na Neo Química Arena, em São Paulo. Equipes na parte de baixo da tabela, Timão e Leão da Barra fizeram um “confronto de seis pontos”, visando voltar a vencer e escapar do Z-4.

Numa noite de cinco gols, sendo dois de Rodrigo Garro, dois de Alerrandro, e o gol salvador de Giovane nos acréscimos para o Corinthians, o jogo foi movimentado, e demonstrou equilíbrio do início ao fim, entre times que buscam reverter seu atual cenário no primeiro turno da Série A. Confira agora um resumo da partida.

Como foi Corinthians e Vitória?

O duelo começa agitado com ambos trocando passes e buscando o ataque, e o Vitória aos 03 minutos é quem ameaça pela primeira vez. Luan Vinícius livre arrisca um chute de longe e a bola explode no travessão após uma defesa de Matheus Donelli. O Corinthians responde em seguida com Yuri Alberto pela esquerda, depois de um lançamento de Wesley, e o centroavante alvinegro também se arrisca, porém não leva perigo ao gol de Lucas Arcanjo.

Alvinegros e baianos se contra-atacam no decorrer do primeiro tempo, e chegam ao gol depois dos 20 minutos. O Corinthians abre o placar com Rodrigo Garro aos 25, após o argentino receber de Pedro Henrique na entrada da área, e não dar chances para Lucas Arcanjo evitar. Aos 36 minutos, o Vitória empata com Alerrandro, aproveitando uma rebatida de Hugo e enganando Matheus Donelli. O empate prevalece apenas sete minutos, pois aos 43, Garro põe novamente o Timão em vantagem ao aproveitar uma sobra deixada pela defesa rubro-negra, levando ao delírio os corintianos até então aliviados pelo resultado parcial.

A segunda etapa começa com o Vitória correndo atrás do prejuízo e ameaçando o patrimônio corintiano nos primeiros movimentos. A defesa do Timão inicialmente é atenta, porém, logo depois da equipe pressionar e não aproveitar os momentos de domínio que impôs ao rival, sofre o empate aos 40 minutos com Alerrandro de pênalti, marcado após a bola bater na mão de Léo Mana.

Aos 43, o Leão da Barra quase chega a uma virada com Janderson, que obriga Matheus Donelli a fazer uma grande defesa, e livrar o Corinthians de mais um revés no Brasileirão. O Alvinegro volta ao jogo nos acréscimos e quase marca o terceiro gol com Cacá, porém, é Giovane quem faz o gol da vitória aos 49, em escanteio cobrado por Garro, no qual o atacante limpou e mandou um chute à queima-roupa no fundo das redes do Vitória, dando números finais ao jogo, e um respiro imenso para o Timão logo após um longo período sem vencer. Final, Corinthians 3, Vitória 2.

Com o resultado, o Corinthians sobe duas posições e deixa a vice-lanterna do Brasileirão, figurando neste momento com 12 pontos, empatado com o próprio Vitória, que é o primeiro time fora do Z-4. Na próxima rodada, com as duas equipes jogando no domingo, o Timão vai a Belo Horizonte encarar o Cruzeiro no Mineirão, às 16h (de Brasília), enquanto o Rubro-Negro baiano recebe o Criciúma no Barradão, às 18h30.

Análise Final

Num jogo equilibrado e dramático, com contextos do atual cenário vivenciado pelo Corinthians dentro e fora de campo, voltar a vencer no Brasileirão era tudo o que se esperava há nove partidas, desde a primeira e então única vitória alvinegra no campeonato, contra o Fluminense, também na Neo Química Arena. Rodrigo Garro demonstrou talento e competência de sobra para dar os dois primeiros gols a equipe comandada pelo auxiliar Rafael Laruccia, que ascendeu ao comando técnico após a demissão de António Oliveira na derrota para o Palmeiras, e foi decisivo ao dar a assistência do gol heroico de Giovane nos acréscimos.

Apesar de vencer e respirar, o Corinthians tem pela frente mais empecilhos a enfrentar, dentro e fora de campo. No jogo de hoje, ao abrir o marcador, logo sofreu o empate do Vitória, e ao se acomodar no segundo tempo, quando vencia por 2 a 1, deu brecha para o pênalti que mais uma vez deu igualdade ao jogo em São Paulo. Alerrandro foi destaque para o Rubro-Negro baiano, comandado por Thiago Carpini, e que tem demonstrado boas atuações, mesmo saindo com duros prejuízos ao time na tabela do Campeonato Brasileiro.

Daqui para frente, podemos ver como possível que ambas as equipes consigam recuperar terreno e escapar da briga contra o Z-4, às vésperas do fim do primeiro turno da competição. Porém, a bola pune, e o futebol é uma caixinha misteriosa com surpresas que podem embolar ainda mais a disputa.

Garro comemora gol pelo Corinthians diante do Vitória
Rodrigo Garro comemora gol em Corinthians x Vitória — Foto: Ettore Chiereguini/AGIF