Thiago Seyboth Wild Wimbledon
Tenis Jogos Wimbledon

Wild consegue grande virada e avança em Wimbledon

O brasileiro Thiago Seyboth Wild teve uma estreia inesquecível na chave principal de Wimbledon, superando o britânico Paul Jubb em uma emocionante partida de cinco sets nesta terça-feira (2). O número 1 do Brasil, e atualmente 74º no ranking mundial, conseguiu uma virada impressionante após perder os dois primeiros sets, vencendo com parciais de 1/6, 3/6, 7/6 (8-6), 6/4 e 7/5.

Wild, que enfrentava pela primeira vez um adversário britânico em Wimbledon, soube aproveitar as pausas causadas pela chuva e salvou um match-point para garantir sua vitória histórica. Este triunfo marca a segunda vez que ele avança além da primeira rodada em um Grand Slam, repetindo o feito do Roland Garros do ano passado.

Apesar de terminar a partida com menos pontos que Jubb (166 a 175), Wild mostrou resiliência e determinação. Ele converteu 5 de 19 break-points (26%) em comparação com os 7 de 14 de Jubb (50%) e compensou a diferença nas bolas vencedoras (52 a 56) cometendo menos erros não forçados (61 a 68). Na próxima fase, ele espera o vencedor da partida entre Holger Rune e Soon-Woo Kwon.

Wild vira de forma espetacular e vence batalha

A partida, que durou 3 horas e 38 minutos, começou de forma desfavorável para Wild. No primeiro set, o brasileiro teve problemas com seu saque, colocando apenas 54% das primeiras bolas em quadra e vencendo somente 46% dos pontos com elas. Jubb aproveitou a oportunidade para abrir uma vantagem de 4/0 rapidamente, encerrando a parcial com uma quebra adicional.

No segundo set, a situação de Wild não melhorou inicialmente. Ele desperdiçou dois break-points logo no primeiro game e sofreu uma quebra no seguinte. Com a chuva começando a cair levemente, O brasileiro pediu várias vezes a paralisação do jogo, mas só foi atendido quando a chuva se intensificou e todas as quadras foram paralisadas. Após uma hora de interrupção, Jubb manteve a vantagem e fechou o set, abrindo 2/0 no terceiro.

Quando parecia que a derrota de Wild era iminente, ele salvou dois break-points no terceiro game para evitar um 3/0 e devolveu a quebra no quarto game, começando sua reação. Ele teve um set-point no décimo game, mas Jubb salvou. No tiebreak, Wild abriu vantagem de 3/0 com dois mini-breaks, mas vacilou, permitindo que Jubb tivesse um match-point com 6/5. Thiago, no entanto, se salvou com um saque potente e venceu o set em um desafio.

Impulsionado pela vitória no terceiro set, Wild começou o quarto set com uma quebra, mas Jubb devolveu o break logo depois. Outra pausa por chuva interrompeu a partida após Jubb salvar um break-point e fazer 4/3. Na retomada, o brasileiro venceu três games seguidos para empatar a partida.

No set decisivo, Wild abriu novamente com 2/0 e desta vez manteve a vantagem até o final. O nono game foi crucial, com Jubb salvando cinco match-points para continuar na partida. Ele devolveu a quebra no décimo game, empatando por 5/5. No entanto, Thiago manteve a calma e quebrou o saque de Jubb mais uma vez, garantindo a vitória no primeiro match-point que teve no 12º game.

FT: Thiago Seyboth Wild 3-2 Paul Jubb (1/6, 3/6, 7/6, 6/4 e 7/5)

(Foto: Divulgação/Wimbledon)