Bruno Caboclo na vitória do Brasil
Basquete Jogos Olimpíadas

Brasil vence as Filipinas de virada, e está na final do Pré-Olímpico

O jogo aconteceu em Riga, na Letônia, lugar que está sediando o Pré-Olímpico. Brasil e Filipinas duelaram pela vaga na final, e o Brasil venceu a partida por 71-60, após um primeiro tempo caótico no ataque. Bruno Caboclo foi o grande nome do jogo, com um duplo-duplo de 15 pontos e 11 rebotes, além de anotar três tocos.

Outros destaques do Brasil incluem: Marcelinho Huertas com 13 pontos e sete assistências; Georginho de Paula com oito pontos, quatro rebotes, três assistências, e dois roubos; e Lucas Dias com 10 pontos, nove rebotes, um roubo, e um toco.

Os destaques das Filipinas incluem: June Mar Fajardo com 10 pontos e 11 rebotes; Dwight Ramos com 13 pontos, três rebotes, três assistências, e dois roubos; Justin Brownlee com 15 pontos, oito rebotes, e duas assistências; e CJ Perez 10 pontos, três rebotes, e dois roubos.

Para chegar até as semifinais a seleção enfrentou a fase de grupos com Camarões e Montenegro, vencendo Montenegro e perdendo para Camarões, mas a derrota foi em placar curto, o que garantiu o 1° lugar do grupo para a seleção brasileira.

O Brasil venceu após ceder apenas seis pontos em todo o terceiro quarto de partida, o que foi fundamental para o time fazer a virada, e garantir a vitória, após um começo inconstante de jogo. Com a vitória, o Brasil garantiu a vaga na final do Pré-Olímpico, que será neste domingo (7).

Lembrando que para o Brasil chegar nas Olimpíadas, é preciso vencer a final do Pré-Olímpico. A seleção só garante sua ida para Paris, se vencer o Pré-Olímpico, então será necessário mais uma batalha, para concretizar o grande sonho deste ano para a seleção.

Brasil foi irredutível na defesa, e conseguiu a vitória para chegar na final

Bruno Caboclo em Brasil x Filipinas
FOTO: Divulgação/CBB

No primeiro quarto de partida o desempenho ofensivo estava muito longe do ideal, e isso permitiu que as Filipinas começassem bem melhores no jogo. As seguidas chances desperdiçadas pelo Brasil, fizeram o primeiro quarto terminar com o placar em 22-12 Filipinas.

No segundo quarto, tivemos ligeira melhora no ataque, e a defesa entrou na sintonia desejada para o jogo. A parcial do quarto ficou em 15-11 para a seleção, e jogo foi para o intervalo com o placar de 33-27 Filipinas, o que já afunilou a partida para o segundo tempo de jogo.

No terceiro quarto, tivemos uma aula de defesa que foi dada pela seleção, chegando a deixar as Filipinas sem nenhum ponto pelos primeiros seis minutos de terceiro quarto, e com o Brasil assumindo a ponta do placar, contando também com uma boa melhora ofensiva, que estava devendo no perímetro. O terceiro quarto terminou com parcial de 24-6 para o Brasil, e o placar em 51-39 para a seleção.

No último quarto a seleção administrou a vantagem, para não permitir a reviravolta na partida. Com a equipe jogando tranquila no jogo, bastou apenas segurar o ímpeto das Filipinas, para garantir a importante vitória, que deu ao Brasil a chance definitiva de estar nas Olímpiadas, só que ainda há a batalha final por vir.

FOTO: Divulgação/FIBA