og anunoby knicks
NBA

Com boa estreia de OG Anunoby, Knicks derrotam Timberwolves na primeira rodada de 2024

Na noite desta segunda-feira, dia 1, o New York Knicks recebeu o Minnesota Timberwolves no Madison Square Garden em um duelo válido pela primeira rodada de 2024 na NBA. O confronto marcou a estreia de OG Anunoby pela equipe mandante, que também disputa seu primeiro jogo sem RJ Barrett e Imannuel Quickley desde 2020. Com uma boa contribuição do ex-Raptors e uma ótima atuação de Randle, os nova-iorquinos superaram Anthony Edwards & cia.

Análise e resumo da partida:

O início do primeiro quarto chegou a ser cômico para OG Anunoby. O ala sabia que havia sido trocado para New York para melhorar a defesa da equipe, mas não esperava que a responsabilidade chegaria tão cedo assim. OG marcava praticamente todas as posses de Minnesota, perseguindo o detentor da bola independente de pick-n-roll’s e trocas de marcação.

Demorou um pouco para o britânico se adaptar, e os Wolves conseguiram atingir a equipe de Tom Thibodeau com trocas rápidas e versatilidade na criação de arremessos de longa e média distância. NY conseguiu se manter colado no placar por conta da boa atuação de Julius Randle e da interessante movimentação da bola no perímetro, sempre procurando os passes extras.

No fim do primeiro período, Anthony Edwards brilhou. Usando de sua força para se esgueirar entre a defesa de New York no garrafão, o “Ant-Man” conseguiu bandejas seguidas de faltas e colocou sua equipe na liderança por nove pontos de diferença (23 – 32).

No segundo quarto, o cenário mudou. A segunda unidade dos Knicks entrou bem em quadra e foi a vez de Jalen Brunson assumir parte do protagonismo. Rapidamente, os mandantes viraram o jogo. Defensivamente, a equipe mostrou uma grande melhoria em relação ao primeiro quarto – OG Anunoby fechou bem o perímetro para evitar arremessos de Towns e McDaniels enquanto Isaiah Hartenstein foi excelente na defesa de garrafão.

Ao fim do primeiro tempo, o domínio era completo dos nova-iorquinos: 61 a 49. Na volta do intervalo, pouco mudou. Com boas atuações de Quentin Grimes, Jalen Brunson e Donte DiVincenzo, os mandantes passearam em quadra, chegando a abrir 22 pontos de vantagem no placar. Porém, o panorama mudou no último período.

Minnesota não chegou onde chegou à toa. No início do quarto período, a equipe de Chris Finch emplacou uma run de 10-0 e chegou a cortar a diferença no placar para quatro pontos. E foi aí que a estrela de Anunoby brilhou. Com uma marcação individual impecável para cima de Anthony Edwards, o estreante limitou os espaços e opções da equipe adversária para impedir a recuperação dos Wolves.

Do lado ofensivo, Randle entregou o que pode fazer de melhor: ficar de costas para a cesta, vencer seu marcador no post com um ótimo foot-work e conseguindo dois pontos de segurança para sua equipe. Foram 12 pontos para o ala-pivô no quarto. Antes do fim da partida, OG Anunoby acabou deixando a quadra após marcar sua sexta falta – apesar disso, o ex-Raptors foi ovacionado pela torcida na MSG. O ala, pelo menos nesta partida, demonstrou ser a energia que faltava para o time de NY.

Resultado: New York Knicks 112 – 106 Minnesota Timberwolves

Julius Randle é de fato um atleta versátil, mas quando está confiante em suas principais habilidades, não há quem o pare – nem mesmo um defensor de elite como Rudy Gobert. O ala-pivô anotou 39 pontos e 9 rebotes em 58% de aproveitamento no field-goal. OG Anunoby foi o segundo melhor cestinha de NY, com 17 pontos e 6 rebotes. Destaque também para Jalen Brunson com 16 pontos e 14 assistências.

Por Minnesota, Anthony Edwards foi o destaque com 35 pontos e 4 rebotes. Karl Anthony-Towns também contribuiu com 29 pontos e 6 rebotes.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *