Maracanã FERJ Vasco Flamengo Fluminense carioca brasileirão
Futebol Brasileirão

Maracanã se pronuncia sobre estado do gramado em 2024

Nesta sexta-feira (16), o Consórcio Maracanã divulgou uma nota oficial para abordar os problemas envolvendo o gramado do estádio em 2024. A temporada começou com os jogadores e comissões técnicas de Flamengo e Fluminense reclamando sobre o estado atual do gramado.

Na nota oficial, o Consórcio Maracanã (administrado por Flamengo e Fluminense) colocou a culpa nas condições do gramado pelos shows de Paul McCartney e Ivete Sangalo, realizados durante o mês de dezembro. Além disso, o estádio considera que as condições climáticas no Rio de Janeiro influenciaram negativamente deixando o tratamento longe do ideal durante os 35 dias de forte calor.

Rota de colisão com o governo estadual

Cabe ressaltar que a nota coloca um ponto de divergência em relação ao contrato assinado com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, que obriga a realização de pelo menos dois shows por ano no estádio. O estádio receberá no dia 29 de fevereiro o primeiro grande evento do ano no futebol: a decisão da Recopa Sul-Americana entre Fluminense e LDU.

Íntegra da nota oficial divulgada pelo Consórcio Maracanã

“O Consórcio Maracanã vem a público prestar alguns esclarecimentos sobre a situação do gramado:

A) O estádio recebeu somente no mês de dezembro do ano passado quatro eventos, sendo dois megashows – Paul McCartney e Ivete Sangalo –, o que fez com que um grande palco ficasse montado por duas semanas sobre o gramado.

B) O palco ficou montado por 15 dias, impedindo que o gramado recebesse luz solar, irrigação e o tratamento diário por que passa o campo de jogo durante o ano, causando danos no lado do setor Norte do campo.

C) Referidos shows foram compromissos assumidos pelo Governo do Estado, que tem essa prerrogativa pelo instrumento de permissão de uso.

No dia 28 de dezembro, teve início o processo de revitalização com a duração de cerca de 35 dias.

A equipe de agrônomos do Consórcio Maracanã realizou uma raspagem em todo o gramado e uma intervenção mais profunda onde ficou montado o palco dos shows. A resposta a essa intervenção foi considerada positiva pelos responsáveis pela manutenção do campo, porém não o suficiente para a recuperação plena da área norte do gramado.

Vale lembrar que entre o dia 04 de fevereiro, com o retorno das partidas de futebol no estádio, e o dia 03 de março, o Maracanã receberá onze jogos em 28 dias, sob condições climáticas adversas, com temperaturas elevadas e fortes chuvas que vêm se repetindo em diferentes ciclos durante as últimas semanas.

Mesmo ciente de que tais variações climáticas são comuns nesta época do ano, até o momento, elas foram mais intensas e recorrentes do que o usual.

O Consórcio Maracanã segue seu planejamento inicial, que já contemplava esse cenário e que visa entregar para as próximas competições de 2024 – finais da Recopa Sul-Americana e do Campeonato Carioca, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa Libertadores da América – o gramado nas condições ideais de jogo. Para isso, é considerado também o maior espaçamento dos jogos no mês de março, em função das Datas FIFA e da redução do volume de partidas para o período.”

Imagem: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *