john textor botafogo
Futebol Brasileirão

Textor pede que torcida do Botafogo acabe com os protestos: ‘estamos em 2024’

O empresário norte-americano John Textor, proprietário da SAF do Botafogo, recorreu às redes sociais para abordar a torcida do alvinegro após a derrota por 1 a 0 para o Boavista na última quarta-feira (25), em confronto válido pelo Campeonato Carioca.

Diante das vaias e críticas direcionadas ao time, com o diretor de futebol André Mazzuco se tornando um dos principais alvos, Textor usou sua plataforma online para provocar uma reflexão nos torcedores.

“Estamos em 2024. É hora de fazer uma escolha entre amor e ódio. Vocês (torcedores) são um companheiro de time que vai nos ajudar a vencer?”, questionou o empresário.

Apesar do apelo, o magnata reconheceu na postagem que “todos os membros desse time precisam ser melhores neste ano”. O Botafogo, que tem enfrentado atritos com a torcida desde o início do Cariocão, vê os protestos se intensificarem, com vaias durante os anúncios de escalação nas partidas.

Dois jogadores em particular, o volante Marlon Freitas e o lateral-esquerdo Marçal, são apontados como “culpados” pela perda do título do Brasileirão no ano passado e continuam sendo alvos das críticas dos torcedores. Além dos jogadores, a insatisfação dos botafoguenses se estendeu aos dirigentes, com André Mazzuco, diretor de futebol, assumindo um papel destacado como alvo da ira da torcida.

Próximos jogos do Botafogo

Os próximos desafios no horizonte do Botafogo prometem ser cruciais para a equipe reverter seu atual momento e conquistar o apoio da torcida. Enfrentando uma sequência no Campeonato Carioca, o Alvinegro terá pela frente o Sampaio Corrêa em casa no dia 27 de janeiro, seguido pela Portuguesa em mais uma partida em seus domínios no dia 30 de janeiro. O mês de fevereiro reserva um confronto contra o Nova Iguaçu, também no Estádio Nilton Santos, no dia 3.

Além disso, no próximo mês, a equipe já vai começar a sua jornada na Libertadores, enfrentando o vencedor do confronto entre Aurora, da Bolívia, e Melgar, da Venezuela.

(Foto: Divulgação/Botafogo)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *